Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

Objectivos para o teste de avaliação

Objectivos que deves atingir:

  • Identificar os ideais ou valores do Renascimento (página 68 do manual).
  • Referir as razões que expliquem o facto da Itália ter sido o berço do Renascimento (páginas 69 e 70).
  • Descrever as principais transformações ocorridas na mentalidade do Homem renascentista (página 71).
  • Avaliar a importância da imprensa no processo de divulgação literária do humanismo (página 73).
  • Relacionar o espírito crítico renascentista e as viagens marítimas ibéricas com o alargamento do conhecimento da Natureza (páginas 74 e 75).
  • Referir as fontes de inspiração da arte renascentista (página 76).
  • Identificar as principais características da arquitectura renascentista (páginas 76 e 77).
  • Explicar o carácter inovador da pintura renascentista (páginas 78 e 79).
  • Analisar o novo modelo de representação do homem na escultura renascentista (páginas 80 e 81).

Como deves preparar-te para o teste:

publicado por historia8aavanca às 23:39
| Comentar

Lições n.ºs 29 e 30

Que aprendizagens e competências vais desenvolver:

  • Leitura e análise de textos de Erasmo de Roterdão e Martinho Lutero.
  • Análise, interpretação e exploração de mapas, localizando os principais centros de origem e difusão da Reforma e Contra-Reforma.
  • Visionamento e exploração de excertos do filme "Lutero", de Eric Till (2003).
  • Leitura e análise de excertos de decretos do Concílio de Trento.
  • Leitura e interpretação de excertos de denúncias da Inquisição.

O que deves conseguir fazer no final da(s) aula(s):

  • Distinguir os centros da origem da Reforma e da Contra-Reforma.
  • Localizar as zonas de expansão dos movimentos religiosos dos séculos XV e XVI.
  • Caracterizar as razões e o carácter dos movimentos da Reforma Protestante e da Contra-Reforma.
  • Comparar a doutrina das Igrejas reformadas com a da Igreja Católica.
  • Referir as principais decisões do Concílio de Trento.
  • Distinguir os meios usados pela Igreja Católica para travar a expansão protestante.
  • Identificar marcas de repressão católica da Península Ibérica.
  • Reflectir sobre a intolerância e a tolerância religiosa.
publicado por historia8aavanca às 23:28
| Comentar
Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011

A escultura renascentista

 

 

David, de Miguel Ângelo

 

  1. Explica por que razão o documento é uma escultura renascentista.
publicado por historia8aavanca às 23:27
| Comentar | Ver comentários (3)

A pintura do Renascimento

 

 

Gioconda, Leonardo da Vinci

 

  1. Refere as características da pintura renascentista presentes na obra.
publicado por historia8aavanca às 23:21
| Comentar | Ver comentários (4)

A arquitectura renascentista

 

 

Basilica de São Pedro, Vaticano

 

  1. Caracteriza a arquitectura renascentista a partir da análise da imagem.
publicado por historia8aavanca às 23:16
| Comentar | Ver comentários (1)
Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2011

Hamlet, de Franco Zeffirelli (1990)

 

 

publicado por historia8aavanca às 01:07
| Comentar

A Man For All Seasos, de Fred Zinnemann (1966)

 

 

publicado por historia8aavanca às 01:06
| Comentar

Lutero, de Eric Till (2003)

 

 

publicado por historia8aavanca às 00:53
| Comentar

Processo inquisitorial de Damião de Góis

"Damião de Góis foi preso a 4 de Abril de 1571. Eis os factos que os inquisidores consideram e que não são todos aqueles de que foi acusado:

1.º Em 1531 Damião de Góis fez um desvio numa viagem para passar pela cidade de Witenberg a fim de ver Martinho Lutero, heresiarca de renome, e Filipe Melanchton, seu partidário, e falou, comeu e bebeu com eles e ouviu um sermão de Lutero. Para mais, escreveu-lhes cartas e recebeu algumas delas. (...)

Visto e considerado tudo isto, os inquisidores declaram que Damião de Góis foi luterano e que está abrangido pela pena de excomunhão maior e por todas as penas estabelecidas pelo Direito, inclusive o arresto de todos os seus bens a favor do fisco e da câmara real.

Ele reconheceu as suas faltas, pediu perdão e misericórdia com a Igreja e decidiram que abjurasse dos seus erros e que fosse condenado a prisão perpétua no local onde o Cardeal Grande-Inquisidor determinasse."

 

Isaías da Rosa Pereira, "Damião de Gois Devant le Tribunal de l' Inquisition (1571-1572)",in Damião de Góis - Humaniste Européen

 

  1. Indica as acusações feitas a Damião de Góis.
publicado por historia8aavanca às 00:07
| Comentar

A denúncia

"Os cárceres estão cheios. As denúncias não param. Irmãos denunciam os irmãos, mulheres denunciam os maridos, os filhos denunciam os pais. Uma sombra devota de terror trespassa a alma do País.
Eis um pequeno sumário:
20 de Setembro de 1533 - António Correia denunciou Duarte Fernandes por não comer toucinho.
12 de Janeiro de 1554 - Diogo Antunes, estudante dos Jesuítas, disse que foi a casa de um calceteiro e que este tinha na parede uma estampa com um santinho com teias de aranha.
18 de Junho de 1554 - Compareceu o ourives Pedro Rodrigues por ter dito que certas mulheres iam à romaria da Senhora da Luz menos por devoção do que por poucas vergonhas.
31 de Janeiro de 1555 - Compareceu Baltasar Gomes, ourives, que denunciou um flamengo que não tirou o barrete quando passava diante da cruz.
9 de Março de 1555 - O padre Luís Neto, capelão da Sé, acusou um inglês chamado Ricardo, que disse que o Papa canonizava os santos por dinheiro.
9 de Setembro de 1555 - João de Paris, relojoeiro francês, denunciou o inglês Marcos, mestre da Nau, que disse que não era preciso rezar aos santos, bastava fazê-lo a Deus.
21 de Janeiro de 1556 - André Pires, padre de Sarzedas, denunciou António Rodrigues por ter dito que Nossa Senhora era judia.16 de Fevereiro de
1556 - O jesuíta João Dício acusou o flamengo Reiner, lapidador de pedras, por ter dito que era mais virtuosa a vida dos casados que a dos religiosos.
26 de Março de 1556 - Ascenso Fernandes denunciou Pedro de Loreto, carpinteiro francês, por comer carne à sexta-feira.
22 de Abril de 1556 - Francisco Gonçalves denunciou Rodrigues Álvares, escrivão, por vestir aos sábados pelote, calça preta, boas botas e roupão esverdeado, com pesponto de seda e alamares, ao passo que nos dias san tos traz só gabão de mangas curtas.
10 de Julho de 1556 - Fernando Afonso denunciou dois hereges de Ponte de Lima, que disseram que a hóstia era apenas pão.
30 de Abril de 1557 - Manuel Borges denunciou António Gonçalves por ter dito que dormir com uma mulher não era mal nenhum.
4 de Agosto de 1557 - O licenciado Garcia Mendes de Abreu acusou um cristão-novo de dizer, sobre a virgindade de Nossa Senhora, o seguinte: "Como é que se pode tirar a gema ao ovo sem o quebrar?".

 

José Hermano Saraiva e Maria Luísa Guerra, Diário da História de Portugal

 

  1. Quais as acusações mais frequentes?
publicado por historia8aavanca às 00:06
| Comentar

Os decretos do Concílio de Trento

"Serão escolhidos para altos cargos eclesiásticos os que impuserem mais pela virtude que pela ambição, os que possam ser úteis ao povo e não a si próprios (...). Os bispos devem ser irresponsáveis, sóbrios, castos e devem administrar bem as suas casas: o Concílio exorta-os a conservar a sobriedade e temperança nas carnes, à mesa (...) que fujam dos vícios e sigam as virtudes."

 

Decretos do Concílio de Trento, 1545-1563

 


  1. Quais foram as decisões do Concílio de Trento para acabar com as críticas contra a Igreja Católica?
publicado por historia8aavanca às 00:05
| Comentar

As teses contra as indulgências

"Por que razão o Papa, cuja bolsa é hoje maior do que a de muitos ricaços, não edifica ele pelo menos esta Basília de S. Pedro com o seu próprio dinheiro, em vez de utilizar o dos pobres fiéis? As indulgências, de que os pregadores gritam os méritos, não têm senão um: o de acrescentar dinheiro. Serão eternamente condenados os que dizem e os que pensam que as indulgências lhes asseguram a salvação.

Todo o cristão tem direito à remissão plena dos pecados, mesmo sem bulas de indulgências. É necessário ensinar os cristãos que todo aquele que dá aos pobres ou empresta aos necessitados faz melhor do que comprar indulgências."

 

Martinho Lutero, As Teses contra as Indulgências, 1517

 

  1. Quais são as críticas de Lutero à Igreja Católica?
  2. O que são indulgências? Porque é que Lutero as criticava?
  3. Por que será que este movimento de contestação ficou conhecido por Protestantismo?
publicado por historia8aavanca às 00:04
| Comentar

As críticas de Erasmo

"Eis os soberanos Pontífices, os cardeais e os bispos (...). Hoje (...) estes pastores não fazem nada senão alimentar-se bem. Deixam o cuidado do rebanho ao próprio Cristo (...). Esquecem que o nome de bispo significa labor, vigilância (...) Estas qualidades serve-lhes para deitar mão ao dinheiro (...). Se os Soberanos Pontífices, que estão no lugar de Cristo, se esforçassem por imitá-lo na sua pobreza, nos seus trabalhos, na sua soberania, na sua cruz e no desprezo da vida (...) não seriam os mais infelizes dos Homens?"

 

Erasmo de Roterdão, Elogio da Loucura

 

  1. Identifica o grupo social a quem as críticas são dirigidas.
  2. Refere as críticas que lhe são apontadas.
publicado por historia8aavanca às 00:03
| Comentar

Lições n.ºs 27 e 28

Que aprendizagens e competências vais desenvolver:

  • Leitura e interpretação de textos sobre a arte renascentista.
  • Observação e análise de imagens de elementos arquitectónicos renascentistas.
  • Observação e análise de imagens de pinturas renascentistas.
  • Observação e análise de imagens de esculturas renascentistas.
  • Leitura e análise de textos de Thomas Moore, Erasmo de Roterdão, Savonarola, Martinho, Lutero e João Calvino.
  • Análise, interpretação e exploração de mapas, localizando os principais centros de origem e difusão da Reforma e Contra-Reforma.

O que deves conseguir fazer no final da(s) aula(s):

  • Identificar as principais características da arquitectura renascentista.
  • Explicar o carácter inovador da pintura renascentista.
  • Analisar o novo modelo de representação do homem na escultura renascentista.
  • Distinguir os centros da origem da Reforma e da Contra-Reforma.
  • Localizar as zonas de expansão dos movimentos religiosos dos séculos XV e XVI.
  • Caracterizar as razões e o carácter dos movimentos da Reforma Protestante e da Contra-Reforma.
  • Comparar a doutrina das Igrejas reformadas com a da Igreja Católica.

Orientações para o teu estudo:

  • Escolher e realizar um dos exercícios sobre arquitectura, escultura e pintura renascentista existentes no blogue.
publicado por historia8aavanca às 00:01
| Comentar
Domingo, 2 de Janeiro de 2011

Morte, Merce, Gentile aquill'altera, Juan Camargo

 

 

publicado por historia8aavanca às 01:03
| Comentar

Miserere Mei Deus, Allegri (1630)

 

 

 

publicado por historia8aavanca às 01:01
| Comentar

Escola Prof. Dr. Egas Moniz

Pesquisar

 

Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Posts recentes

Critérios Específicos de ...

Declaração Universal dos ...

As consequências da indus...

A Revolução industrial

As Revoluções Agrícola e ...

Os iluministas

O Marquês de Pombal e a p...

O poder absoluto

A sociedade do Antigo Reg...

Os interesses dos grupos ...

Condições da prioridade p...

O Mundo visto pelos europ...

Objectivos para a Prova G...

Matriz de Conteúdos da Pr...

História 8 no Facebook

Espaço de armazenamento e...

Lições n.ºs 55 e 56

Lições n.ºs 51 e 52

O contrato social, a sobe...

O direito natural

Galileu, de Liliana Cavan...

Galileu, de Joseph Losey ...

O método experimental

Lições n.ºs 49 e 50

"Neste dia: 25 de Abril"

Objectivos para o trabalh...

O terramoto de Lisboa

O terramoto de 1755

A submissão da nobreza

Lições n.ºs

Objectivos para o trabalh...

Objectivos para o trabalh...

Objectivos para o teste d...

Lições n.ºs 39 e 40

A pintura barroca

A música barroca

O palácio de Mafra

O Palácio de Versalhes

"Marie Antoinette", de So...

"The Rise of Louis XIV", ...

Arquivos

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Ligações

SeguraNet